segunda-feira, abril 10, 2006

Musicalidades...

Chamem-me piroso, chamem-me antiquando, chamem-me que quiserem!
Mas eu curto este som...

Tudo isto é fado

Perguntaste-me outro dia
Se eu sabia o que era o fado
Eu disse que não sabia
Tu ficaste admirado
Sem saber o que dizia
Eu menti naquela hora
E disse que não sabia
Mas vou-te dizer agora

Almas vencidas
Noites perdidas
Sombras bizarras
Na mouraria
Canta um rufia
Choram guitarras
Amor ciúme
Cinzas e lume
Dor e pecado
Tudo isto existe
Tudo isto é triste
Tudo isto é fado

Se queres ser meu senhor
E teres-me sempre a teu lado
Não me fales só de amor
Fala-me também do fado
É canção que é meu castigo
Só nasceu p'ra me perder
O fado é tudo o que eu digo
Mais o que eu não sei dizer

2 comentários:

Lilis disse...

PIROSO!ANTIQUADO!TUDO O QUE QUISEREM!!! lololol

Teresa Queiroz disse...

Nada disso!!!! viva o fado ( algum...cloro)

passei por aqui e gostei...