terça-feira, abril 18, 2006

O último teste para quem quer ser padre.

http://www.flashjokeoftheday.com/fjotd/swf/clean/whobell.swf

A ver! Está lindo...

Curiosidade!

Na quarta feira, 4 de Maio, 2006, 2 minutos e 3 segundos depois da 1:00 AM da manhã, as horas e o dia serão assim:

01:02:03 04/05/06

Isto nunca mais vai acontecer na sua vida..

domingo, abril 16, 2006

Musicalidades...

Yo
(*Ohhh noooo*)
Posso falar contigo!?
(*Princesa*)
Tu és...
Tudo aquilo que um homem pode querer
Dás-me prazer
'Tás ao meu lado para me defender
Adoro o teu sorriso
Quando me olhas com ternura
Acredita
Eu paraliso
És bonita, simpática,
Tão atraente
Derretes-me todo
Com o teu olhar inocente
Palavras doces na tua boca
Parecem brisas
Tu não andas
Tu deslizas
Enfeitiçaste-me
No dia em que te conheci
Fico fulo da vida
Quando eles olham p'ra ti
Ao mesmo tempo
Sinto-me tão bem
Por saber que por te ter (*Ohhh no no no no... baby*)
Mais ninguém tem
Princesa
(Princesa)
Beija-me outra vez (*Beija-me outra vez*)
Diz que me amas, baby
Diz mais uma vez (*Mais uma vez*)
Princesa
(Beija-me outra vez... Ya!)
Princesa
Adoro...
Fazer-te adormecer no meu peito
Quando te tenho a meu lado (*uhhh*)
P'ra mim o mundo é perfeito
Adoro os fins de semana
Passados na cama
Apaixonados na cama (*No no no Yeahhh*)
Abraçados na cama
Fazer amor contigo
É ir ao céu e voltar
É morrer e...
Ressuscitar!
Adoro os nossos momentos picantes
Engraçado como horas (*Oh Baby!*)
Podem parecer instantes
A tua pele é mel
O teu toque é magia
Adoro falar contigo
A tua doce companhia
Antes que seja tarde de mais (*Princesa*)
Quero dizer
Faço tudo
Para não te perder
Princesa (*Princesa*)
Beija-me outra vez (*Outra vez*)
(Ya)
Diz que me amas, baby
Diz mais uma vez (*Diz mais uma vez*)
Princesa
(Beija-me outra vez... Ya!)
Princesa (*OHHHH BABY.. Yeah!! Yeah*)
(Yo)
Shhhhh...
Não digas nada
Beija-me outra vez
Com esses teus lábios de fada
Há palavras
Que ainda estão por inventar
Por mais que tente (*uhhhh... uhh... baby*)
Nunca hei-de conseguir explicar
Não sei se é calor
Não sei se é frio
Só sei que sem ti
Sinto-me vazio
Adoro quando nos sentamos
No sofá c'um edredon (*ohh ohh ohh yeah*)
A luz apagada
"Chatez au som"
Tocamo-nos no escuro
Silêncio diz tudo
O amor é cego
E por vezes também é mudo (*OH!*)
És tu quem eu quero (*Oh Baby!*)
Eu sou sincero
Não digas nada
Beija-me outra vez
Princesa (*Princesa*)
(Princesa)
Beija-me outra vez (*Princesa*)
(Yah)
Diz que me amas, baby
Diz mais uma vez (*Só mais uma vez*)
Princesa
(Beija-me outra vez)
Princesa (*OHHHH BABY*)
Princesa (*Ohhhhhh!*)
(Yo)
Beija-me outra vez
Diz que me amas, baby (*Diz que me amas*)
Diz mais uma vez
Princesa (*OH Baby*)
(Beija-me outra vez)
Princesa (*Princesa*)
(Yo)
Só quero que saibas que... (*Yeahhh*)
Que é sincero
Acho que nunca é demais dizer (*Uhhhh*)
Não quero que tenhas duvidas (*Uhhhh ohh yeah*)
Que é amor, yah (*Oh Yeah! yeah!*)
Beija-me outra vez (*Ahh ahhh... uhhhh... Ahhhh Ohh ohh baby*)
(*Uhhhh uhhh uhhh!*)
Princesa (*Oh Princesa*)
Beija-me outra vez
Diz que me amas, baby
Diz mais uma vez (*Ahhhhh Yeaaahhhh*)
Princesa (*Só mais uma vez*)
Princesa
(*Uuuhhhhhhh... yeaahhhh..*)
(*Diz mais uma vez*)

Boss AC - Ritmo, Amor e Palavras (2005)

Cada vez estou mais piroso!
Não sei porquê, mas adorava ter escrito esta música. Consegue dizer tudo o que queria dizer à pessoa que amo...
Eu também digo, mas desta maneira fica muuuito bem...

sábado, abril 15, 2006

O consumo exagerado de televisão, internet e jornais passa a ser pecado!

Passar demasiado tempo a ver televisão, navegar na internet ou ler jornais acaba de entrar no rol das actividades consideradas pelo Vaticano como “pecados”. A revelação, tão surpreendente quanto inesperada, surgiu terça-feira pela voz do cardeal norte-americano James Francis Stafford, penitenciário-mor durante o Rito da Reconciliação, celebração que era tradicional em Roma até ao Renascimento e que Bento XVI recupera agora.
E a lista ainda pode aumentar...
Vou já cortar a ADSL, a TVCabo e as assinaturas dos jornais. É já seguir...

E mesmo assim continuam a fumar...

ALGUMAS DAS MAIS DE 4.500 SUBSTÂNCIAS QUE COMPÕEM OS CIGARROS

NICOTINA - Composto orgânico, causa náusea, convulsão, paralisia e morte.
ALCATRÃO - Obtido da queima do carvão vegetal, tem uso veterinário, indústria química, fabricação de espumas de poliuretano.
ÁLCOOL BENZÍLICO - Usado na indústria de tintas.
BENZIMA - Solvente orgânico usado na indústria.
ETILMALTOL - Aditivo alimentar, conservante.
GLICERINA - É um subproduto de biodiesel. As suas aplicações são na síntese de resinas, produtos farmacêuticos, têxtil, tabaco, uso em cosmética e sector alimentar.
ÓXIDO DE MAGNÉSIO - Metal resistente e leve, é usado na produção de ferro, cristais e cimento.
PIPERONAL - Substância química usada para a remoção de metais pesados na indústria.
SORBATO DE POTÁSSIO - Sal de potássio solúvel, é um conservante usado na indústria alimentar, incluindo produtos lácteos e bebidas.
SORBITOL - Componente dos adoçantes, usado na fabricação de produtos para a indústria da borracha.
ÁLCOOL ETÍLICO - Usado na indústria farmacêutica.
DIÓXIDO DE CARBONO - Produto químico usado na lavagem da celulose e papel.
CELULOSE - Matéria-prima na fabricação do papel.
CARBONATO DE CÁLCIO - Apresenta-se em cristais e por aquecimento dá cal viva.
CITRATO DE SÓDIO - Elemento aditivo de cerâmica com composto de cimento.
ACETATO POLIVINÍLICO - Resina termoplática usada na produção de colas.
ANTI-ESPUMA - Reduz a formação de espuma.
DIÓXIDO DE TITÂNIO - É um metal muito usado em ligas leves na indústria aeronáutica e aeroespacial.
SULFATO DE ALUMÍNIO - Coagulante usado no tratamento de água para uso industrial. Também é usado na produção de papel e para curtir couro.
TRIACETINA - Produto de celulose usado na produção de filtros de cigarros.
RESINA HIDROCARBÓNICA - Usado na fabricação de têxteis e produtos de borrachas e látex, fibras.
CERA PARAFINA - Derivado do petróleo, tem múltiplas aplicações, em especial na fabricação de velas, além de ser ingrediente de tintas, pinturas e papel.
VISCOSE - Produto usado na indústria têxtil e produção de fibras.
AMIDO - Substância à base de composto vegetal usado na alimentação e preparação de colas.

Cada passa tem isto e muito mais...

terça-feira, abril 11, 2006

Arte e publicidade

Os anúncios da Absolut são simplesmente fantásticos!
Estes são para a minha amiga Lili... Hehe....

Mais anúncios fantásticos em www.absolutad.com



segunda-feira, abril 10, 2006

Musicalidades...

Chamem-me piroso, chamem-me antiquando, chamem-me que quiserem!
Mas eu curto este som...

Tudo isto é fado

Perguntaste-me outro dia
Se eu sabia o que era o fado
Eu disse que não sabia
Tu ficaste admirado
Sem saber o que dizia
Eu menti naquela hora
E disse que não sabia
Mas vou-te dizer agora

Almas vencidas
Noites perdidas
Sombras bizarras
Na mouraria
Canta um rufia
Choram guitarras
Amor ciúme
Cinzas e lume
Dor e pecado
Tudo isto existe
Tudo isto é triste
Tudo isto é fado

Se queres ser meu senhor
E teres-me sempre a teu lado
Não me fales só de amor
Fala-me também do fado
É canção que é meu castigo
Só nasceu p'ra me perder
O fado é tudo o que eu digo
Mais o que eu não sei dizer

Big Brother ou apenas coscuvilhice...

É curioso como o ser humano pode ser tão curioso (passe a repetição) em relação à vida dos outros. Nós temos de saber tudo sobre os nossos vizinhos, sobre os "famosos" da nossa praça, enfim, sobre toda a gente. E se essa pessoa levar uma vida fora dos padrões ditos "aceitáveis" da nossa sociedade, então ainda muito mais queremos saber.
Só assim consigo justificar que um blog em que podemos ler o dia-a-dia de uma "garota de programa" (parece-me melhor chamar-lhe assim) tenha um sucesso tão grande que até estejam a poderar passa-lo para o papel.
O blog de que falo é o da brasileira Paula Lee, que pode ser encontrado em
Vão até lá e partilhem comigo a vossa opinião.

domingo, abril 09, 2006

Para ler e pensar... ou rir!

Todos para o outro lado
A um gajo que ande atento, não podem escapar os sinais de que o mundo está a mudar. Por muito que nos custe, há que encarar as coisas de frente e não vale a pena assobiar e olhar para o lado. A verdade nua e crua é que os larilas estão a ganhar e que em cada dia que passa o seu poder e capacidade de influência marcam pontos. Já não é uma coisa só de gajos esquisitos a que a gente não ligava a ponta de um corno. Aquilo foi-se infiltrando a pouco e pouco e agora já não conseguimos ver um filme que não tenha no mínimo um protagonista abichanado, ler um jornal ou uma revista que não traga uns artigos a pregar os benefícios da prática ou andar na rua sem nos cruzarmos com espécimes da raça de mão dada. Pior, pegam nos ídolos do nosso imaginário e vêm-nos contar que afinal eram todos rotos. Vamos ver se o Afonso Henriques escapa.
A pedra-de-toque foi aquele inquérito que concluiu que 10% do pessoal se amandava para o outro lado na maior. A partir daí foi o descalabro com uma data de gajos a esgadanharem-se para deixarem bem claro que sempre jogaram naquele campeonato, que se por acaso até tiveram filhos foi porque foram coagidos pelo cacete da sogra porque o que eles queriam mesmo era ter casado com o porteiro.
Quando dei que andavam a dar Óscares a filmes de cowboys de costas dobradas tomei a decisão que não me poderia deixar ficar para trás, sob pena de qualquer dia começar a ser apontado a dedo na rua e multado pela autoridade por indecência e má figura. Fui a uma dessas lojas de roupa amaneirada, mandei pintar umas madeixas e arranjar as unhas e passei a frequentar os bares mais duvidosos.
O resultado foi uma perfeita catástrofe. À primeira tentativa de meterem conversa comigo, vieram-me ao de cima os genes e arriei uma cotovelado no olho da bicha que ficou a ganir, e mal me distraí tinha posto a mão na perna da emprega perante o olhar crítico e reprovatório dos outros fregueses.
A culpa de tudo isto fica a dever-se à educação que os meus pais não me souberam dar, sempre a incutir aquelas ideias retrógradas de que "um homem não chora". A sua trágica falta de visão vai-me agora condenar a uma existência triste, excluída de um adequado convívio social com os do meu sexo e vai seguramente impedir que alguma vez tenha a possibilidade de ocupar cargos de destaque.
É preciso mudar este estado de coisas. Para que as próximas gerações não sofram da terrivél discriminação a que já estou irremediavelmente condenado, é necessário que os educadores tenham mão firme na formação da personalidade das crianças. Nada de jogos de futebol ou de colégios mistos. Vamos abolir os contos de fadas em que a princesa acaba casada com o príncipe. Proibição absoluta de brincar aos médicos com as primas. A revolução sexual deve ser mesmo assumida como uma prioridade estratégica para os governantes. Em dez do "inglês para todos" deveremos enveredar pelo "todos com o inglês ou o inglês com todos".
Manuel Ribeiro
in Notícias Magazine, Nº 291/118
Sarcasmo e ironia marcantes.
Qual a vossa opinião?

Este sim é um filme a não perder!!!